BaaS

Afinal o que é Banking as a Service (BaaS)?

É interessante como a tecnologia sempre insere novos termos em nosso vocabulário. O problema é entender o que significam conceitualmente e na prática. Quer um exemplo? As fintechs entraram no cenário do setor financeiro com novos modelos de negócios para serviços financeiros. Foi assim que surgiu o Banking as a Service (BaaS).

Vamos esclarecer neste artigo sobre este conceito e seus benefícios para diversos modelos de negócio.

O conceito ‘as a Service’

O modelo as a Service – “como um serviço”, em português – é utilizado em diversos segmentos de mercado. Na prática, uma empresa fornece toda a infraestrutura necessária para a operacionalização de um serviço, assim como se responsabiliza pela disponibilização do sistema – como servidores e a segurança da informação. 

 

Esse modelo traz vantagens como a flexibilização dos serviços, já que é possível contratar aquilo que apenas o que a empresa precisa, normalmente a partir de integrações com APIs. Outro ponto é o custo-benefício, pois a forma de pagamento geralmente é customizável, o que possibilita a contratação sem despender de altos investimentos.

Destrinchando o Banking as a Service

Um exemplo hipotético pode ajudar a explicar o que é o Banking as a Service. Digamos que uma grande agência de viagens esteja sofrendo com a concorrência, vinda por meio da transformação digital. Para enfrentar esse desafio, a empresa deseja investir em estratégias visando a fidelização de clientes.

Em uma reunião interna, os gestores chegam à conclusão que, se a organização pudesse oferecer um cartão de crédito para os clientes, uma gama de oportunidades se abriria. Por exemplo, os usuários poderiam acumular pontos que ajudaria na interação e fidelização com o negócio. Além disso, as movimentações iriam gerar informações sobre o comportamento do consumidor e colaboraria para a personalização de serviços.

No mesmo encontro, os líderes falam sobre outras possibilidades como conceder empréstimos on-line e uma conta de pagamento. No entanto, por lei, esses serviços só podem ser disponibilizados por meio de uma licença bancária – algo difícil de conseguir.

É nesse ponto que entra o Banking as a Service. Um modelo de negócios, no qual as instituições licenciadas disponibilizam serviços financeiros digitais para empresas que não tem essa permissão.

Por meio de uma plataforma BaaS, uma empresa pode se tornar uma instituição de pagamento, sem precisar passar pelos trâmites burocráticos do Banco Central. Dessa forma, ela pode oferecer contas de pagamento para seus clientes, que poderão usufruir de serviços, como:

  • conta digital;
  • pagamento de Boletos;
  • transferências;
  • cartão de débito e crédito pré-pago;
  • entre outros serviços financeiros.

A Dock é uma empresa pioneira no modelo BaaS. Com uma plataforma White Label, um negócio pode customizá-las e oferecer os serviços financeiros que atendem às necessidades de seus clientes, com um layout exclusivo e personalizado com a sua marca.

Conheça mais sobre a Dock e veja como é possível criar sua própria solução financeira.

Voltar

DeepDock Materiais exclusivos e análises amplas para
quem quer se aprofundar sobre o nosso negócio.
E-books, infográficos, whitepapers, pesquisas e cases.

Acessar gratuitamente

Você está pronto para se tornar um
pioneiro do banking para empresas
no Brasil?

Quero abrir o meu banco