Pandemia, segurança e conveniência: a ascensão da biometria em meios de pagamento

Publicado em 8 de julho de 2021.

Tempo de leitura 8 minutos de leitura

Utilizar a impressão digital ou o reconhecimento facial para desbloquear a tela do celular é uma ação completamente integrada à nossa rotina. No entanto, hoje já podemos afirmar que a presença da biometria no nosso dia a dia vai muito além – tanto em termos de uso quanto em relação aos avanços tecnológicos relacionados a esse tipo de recurso. A biometria nos meios de pagamento, por exemplo, já é uma realidade.

Nos últimos anos, impactada por uma série de fatores, a biometria se desenvolveu aceleradamente e se consolidou como um dos métodos mais seguros de identificação de pessoas, garantindo a proteção de dados. Por isso, atualmente, já é aplicada em diferentes contextos, como caixas eletrônicos, sistemas de computação e de ponto dos funcionários, controle de acesso de prédios, aeroportos e outros locais, etc.

Além disso, em função sobretudo da segurança e da conveniência que representa, o uso da biometria em meios de pagamento vem apresentando um crescimento muito significativo. Segundo estudo da Juniper Reasearch, esse tipo de tecnologia protegerá mais de US$ 3 trilhões em pagamentos móveis até 2025.

Neste artigo, iremos explorar a biometria em meios de pagamento e as vantagens para emissores e usuários. Confira!

 

Evolução do uso de biometria em meios de pagamento

Embora pareça uma inovação recente e tenha evoluído de forma intensa nas últimas décadas, o uso do corpo como ferramenta para reconhecimento pessoal surgiu no século XIX. É isso mesmo! Em 1892, o cientista Sir Francis Galton criou o primeiro sistema de classificação de impressão digital, que foi adotado posteriormente por diversas instituições.

Como sabemos, ao longo do tempo, o método já vem sendo utilizado em diferentes funções também fora do âmbito criminal. Contudo, mais recentemente, vem se destacando o seu importante efeito nos serviços financeiros.

A evolução e a atual ascensão da utilização da biometria em meios de pagamento deve-se a diferentes fatores, como:

  • Desenvolvimento tecnológico;
  • Ampliação do acesso da população à tecnologia (smartphones, computadores etc);
  • Redução do uso do dinheiro em papel e crescimento das transações digitais;
  • Necessidade de oferecer maior comodidade e uma melhor experiência aos clientes;
  • Consolidação do comércio eletrônico;
  • Aumento e sofisticação das tentativas de fraudes em meios de pagamento;
  • Pandemia, distanciamento social e os seus efeitos no comportamento do consumidor.

Dada a sua já conhecida relevância, vale fazer um comentário acerca do último item: a pandemia de Covid-19 levou a um aumento considerável do interesse dos clientes no uso da biometria em meios de pagamento. Uma pesquisa da Mastercard sobre pagamentos digitais mostrou que 53% das pessoas acreditam que esse é o método mais seguro para realizar transações.

Nessa mesma linha, um levantamento da ISVWorld mostrou, inclusive, que 59% dos consumidores estariam dispostos a pagar taxas extras por serviços de pagamento biométrico para evitar o contato físico.

 

Por que a biometria nos meios de pagamento está em evidência e se tornou essencial no setor?

Definitivamente, não é difícil compreender os motivos pelos quais o uso da biometria em meios de pagamento vem se consolidando como uma grande aliada do setor financeiro e dos consumidores. Vamos explorar cada um deles?

Conveniência

Não há dúvidas de que os recursos biométricos trazem conveniência para os usuários. Isso tanto porque podem substituir as senhas, dispensando a necessidade de criar e memorizar uma combinação numérica ou alfabética, quanto por permitir vendas sem contato e autenticações à distância. Tudo isso significa uma maior comodidade para os consumidores, que valorizam e buscam cada vez mais por praticidade e simplificação no seu dia a dia.

Agilidade

Vivemos em um modo acelerado e precisamos que as coisas se concretizem nesse mesmo ritmo para que façam sentido e atendam às nossas necessidades. Ao permitir, por exemplo, um processo contínuo e quase instantâneo de autorização de pagamento, a biometria em meios de pagamento se encaixa perfeitamente nesse requisito, oferecendo agilidade tanto para os clientes quanto para as organizações.

Segurança

Frente a um número cada vez maior de tentativas de fraudes e à sofisticação crescente dos fraudadores, investir em recursos que garantam a realização de transações mais seguras se torna cada dia mais crucial. O uso da biometria em meios de pagamento vem ao encontro dessa exigência, pois oferece maior segurança aos clientes e às instituições, sendo, por isso, também ferramenta fundamental nos sistemas mais robustos de prevenção a fraudes no setor.

Redução de custos administrativos

Os métodos tradicionais de identificação, além de menos seguros, cômodos e ágeis, envolvem custos administrativos muito mais elevados. O uso da biometria em meios de pagamento reduz o valor por transação e outras despesas relacionadas, como de gerenciamento de senhas. Além disso, diminuindo a burocracia e trazendo maior rapidez às transações, ele otimiza os processos internos, o que pode representar uma economia considerável para as instituições e empresas.

 

Pagamento por biometria já é realidade

Existem, atualmente, 4 fontes principais de biometria:

  • Impressões digitais;
  • Voz;
  • Face;
  • Íris.

Sendo assim, temos diferentes tipos de funções, como identificação por digital, reconhecimento facial, de voz ou scanner de íris.

Essa variedade de possibilidades permite a utilização da biometria em meios de pagamento em diferentes contextos, principalmente como forma de autenticação das operações. Assim, as empresas já vêm oferecendo a funcionalidade conforme as características e necessidades do seu negócio.

É o caso do Super Muffato, um grupo paranaense de supermercados, que passou a aceitar a biometria facial como forma de pagamento. A tecnologia permite que o cliente vá ao mercado sem levar absolutamente nada, pois não precisa nem de cartão nem de dinheiro para pagar as suas compras.

A empresa implantou o sistema a fim de oferecer maior segurança para clientes e funcionários em tempos de pandemia. Para utilizar a solução, o consumidor baixa um aplicativo no smartphone, cadastra o seu cartão e apresenta o CPF somente na primeira compra em um dos caixas do estabelecimento.

A partir disso, pode realizar todos os pagamentos no local por reconhecimento facial: ou seja, apenas parando em frente ao terminal para que a máquina faça a sua identificação e pronto.

 

Soluções Dock utilizam biometria em meios de pagamento

Como é possível oferecer serviços como esse para os seus clientes? A biometria está presente nas soluções Dock como o Capana, para Onboarding Digital, e Totem de Autoatendimento Moai. A seguir explicamos mais detalhes!

Capana

O Capana é uma interface completa e omnichannel para orquestração de onboarding digital, podendo ser utilizada por qualquer indústria e atendendo os objetivos específicos de cada etapa do processo de captação, análise e decisão.

A solução tem a possibilidade de customização de workflows e integração direta com plataformas de parceiros para consulta de bureaus de crédito, recursos de inteligência artificial e motores de prevenção à fraude.

Como utiliza as mais avançadas tecnologias de verificação, o Capana conta com autenticação de documentos e biometria facial integrada com as principais bases do mercado.

Moai

O totem de autoatendimento Moai é uma solução completa de hardware, software e serviços para autoatendimento ou self-checkout no varejo. A interface totalmente plug&play possibilita a gestão completa da operação e oferece uma série de serviços. Entre eles, autenticação por biometria facial, consulta de saldo, transações, pagamento e parcelamento de fatura, solicitação de crédito, recebimento de pagamento e outros.

A solução é oferecida por meio de um modelo de negócio flexível – compra, aluguel ou serviço – e permite a melhora da experiência do cliente, reduz filas nas lojas, além de reduzir os custos com equipe e gerar dados para a tomada de decisão.

 

Biometria em meios de pagamento: o que você viu neste artigo?

  • O crescimento do uso de biometria nos meios de pagamento se deve a diversos fatores e a pandemia está desempenhando um papel fundamental nesse cenário;
  • Pesquisas mostram que os consumidores são cada vez mais atraídos pelo recurso e que o uso da biometria em meios de pagamento deve aumentar de forma significativa nos próximos anos;
  • A biometria em meios de pagamento garante conveniência, agilidade, redução de custos e segurança;
  • O Capana e o Moai são soluções Dock que contam com a tecnologia de biometria de reconhecimento facial, garantindo os benefícios da ferramenta aos seus clientes.

Artigos relacionados

Aviso de cookies

Para melhorar a sua experiência em nossas páginas e garantir uma sessão segura, avisamos que o uso de cookies está ativo. Ao navegar em nosso site, você permite automaticamente o recolhimento de estatísticas para o envio de alertas e serviços relacionados ao seu interesse. Para obter mais informações sobre cookies, acesse nossa Política de Cookies.