Dock adquire BPP

Publicado em 18 de outubro de 2021.

Tempo de leitura 6 minutos de leitura

Dock amplia sua plataforma de tecnologia para serviços financeiros. Maior player brasileiro de Banking as a Service, Dock adquire BPP.

• Com a aquisição, cuja conclusão é sujeita à aprovação do Banco Central do Brasil, a Dock passará a integrar o Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) e poderá atuar como Participante Direto no SPI (Pix).

• A BPP já realizou mais de 100 milhões de transações via Pix, com acumulado equivalente a mais de 4,5 bilhões de reais.

São Paulo, 06 de outubro de 2021 – A Dock, um dos principais players em tecnologia para meios de pagamentos e digital banking na América Latina, acaba de anunciar a aquisição da BPP, Instituição de Pagamento regulada pelo Banco Central especializada em Banking as a Service (BaaS). Com a conclusão da operação (sujeita à aprovação do Banco Central do Brasil), a Dock, que já era líder no segmento com mais de 4 bilhões de reais transacionados mensalmente, passará a se integrar diretamente ao Sistema Financeiro Nacional (SFN).

“Esse é um momento marcante para nós, pois acreditamos na sinergia entre as possibilidades de serviços que a BPP oferece e a nossa forma de atuação e visão de futuro”, explica Antonio Soares, CEO da Dock. “Estrategicamente, aceleramos nossa integração direta ao Sistema Financeiro Nacional, adicionamos grandes nomes à nossa carteira de clientes e ampliamos as soluções oferecidas”, completa o CEO.

A BPP é integrante do Sistema de Pagamentos Brasileiro (código 301) e Participante Direto do Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI), o que a permite conectar participantes indiretos ao SPI. Com a aquisição, os clientes da Dock terão mais uma opção para transacionar no SPB, além das Instituições Financeiras já parceiras da Dock. Abrem-se também novas oportunidades para a Dock, como a de prover o serviço de participante indireto no SPI por meio do seu canal direto.

Com a aquisição, a Dock, que já atende diversos segmentos, como varejo, mobilidade, instituições financeiras, startups e fintechs, terá um portfólio consolidado de mais de 200 clientes e parceiros e cerca de 300 milhões de transações mensais.

Com a conclusão da aquisição, os cerca de 150 colaboradores da BPP se unem à Dock para embarcar na missão de mudar o mercado financeiro latino-americano por meio da tecnologia. “Temos concluído passos importantes para a expansão dos nossos serviços para dentro e fora do Brasil. Estamos muito felizes com o momento atual da empresa e ansiosos para recebermos o time experiente da BPP na vibrante cultura Docker”, diz Soares.

Banking as a Service

Segundo o estudo da Americas Market Intelligence (AMI) encomendado pela Dock, o mercado potencial de BaaS no Brasil, em 2021, é da ordem de 7 bilhões de dólares (38 bilhões de reais). Com potencial de crescimento de mais de 100% em quatro anos, a expectativa é que ultrapasse 14 bilhões de dólares em 2025.

“Fomos a primeira empresa a oferecer uma solução de BaaS no Brasil ainda em 2018, e agora consolidamos nossa liderança neste que é um dos principais pilares do nosso negócio, fortalecendo a evolução estratégica da Dock”, diz Frederico Amaral, Chief Product & Technology Officer da Dock.

A aquisição da BPP pela Dock abre um novo capítulo no setor e dá sequência a projetos relevantes anunciados recentemente. Em agosto, a companhia unificou suas três marcas (Conductor, Dock e Muxi) sob um novo branding para a marca Dock, reforçando seu posicionamento como a primeira empresa do mercado a oferecer serviços completos em soluções tecnológicas de ponta a ponta para os setores de Emissão de Cartões, Digital Banking, Adquirência e Riscos & Compliance. Em outubro, a Dock comunicou o mercado sobre a incorporação de três novos membros independentes em seu Conselho, todos oriundos de companhias globais de tecnologia e serviços financeiros – Patricia Pomies, COO da Globant, Mark Shifke, CFO da Billtrust e Sam Schrauger, Global Head de Payments do Airbnb e Chairman e CEO do Airbnb Payments Inc.

“Vamos continuar oferecendo os nossos dois modelos de serviço: Software as a Service (SaaS) e Banking as a Service (BaaS). Construirmos e operarmos tecnologia para as nossas próprias entidades reguladas cria um grau maior de confiança dos nossos clientes em nossas soluções”, complementa Frederico Amaral. A prática de oferecer os serviços nos modelos SaaS (somente tecnologia) e BaaS (tecnologia aliada à operação financeira) possibilita que empresas dos mais diferentes setores e de diversos tamanhos potencializem seus negócios dispondo serviços financeiros aos seus clientes finais.

A Dock contou com assessoria legal do Mattos Filho Advogados. A BPP contou com assessoria financeira da Vinci Partners e assessoria legal do Pinheiro Neto Advogados.

Sobre a Dock

A Dock é uma das líderes na América Latina em tecnologia para serviços financeiros e a primeira em Banking as a Service na América Latina. Atualmente, viabiliza mais de 160 milhões de contas e processa mais de 50 bilhões de dólares em pagamentos anualmente. A companhia agrega inovação e escalabilidade aos negócios de seus clientes, reunindo Emissão de Cartões, Digital Banking e Soluções de Adquirência em uma plataforma única, além de Soluções de Risco & Compliance.

As soluções da Dock facilitam processos que aceleram a capacidade de empresas criarem serviços de meios de pagamento e de digital banking. O resultado é um leque amplo de produtos inovadores, maior acesso de consumidores a serviços financeiros e uma melhor jornada do cliente final.

A plataforma em nuvem da Dock reduz o encargo operacional e regulatório de seus clientes, ao mesmo tempo que oferece ferramentas valiosas ao negócio por meio de seu ecossistema de parceiros. A intenção é reduzir o time-to-market dos seus clientes.

Para mais informações, visite dock.tech

Sobre a BPP

A BPP, uma das primeiras Instituições de Pagamento autorizadas pelo Banco Central do Brasil, é especializada em meios de pagamento, com dez anos de mercado (conhecida inicialmente por Brasil Pré-Pagos).

A BPP foi a primeira Instituição de Pagamento a realizar o teste da ferramenta Pix, e avançou no mercado do Open Banking abrindo suas APIs. Após o lançamento do Pix, a BPP se tornou responsável por uma fatia relevante das movimentações financeiras no País dentro do arranjo, saindo de 1 milhão de transações no mês de janeiro de 2021 para atingir esse mesmo volume diariamente em julho do mesmo ano, com recordes de mais de 2 milhões de transações em 24 horas. Desde novembro de 2020, data de lançamento do Pix, já são mais de 100 milhões de transações realizadas, o equivalente a mais de 4,5 bilhões de reais.

 

 

 

Aviso de cookies

Para melhorar a sua experiência em nossas páginas e garantir uma sessão segura, avisamos que o uso de cookies está ativo. Ao navegar em nosso site, você permite automaticamente o recolhimento de estatísticas para o envio de alertas e serviços relacionados ao seu interesse. Para obter mais informações sobre cookies, acesse nossa Política de Cookies.