Fintechs

Contas de pagamento: operações de cash in cash out

Tempo de leitura: 16'

As contas de pagamento podem oferecer diversas possibilidades de serviços de entrada e saída de dinheiro, ou também conhecidos de forma genérica como cash in e cash out. São com esses serviços que é possível engajar e fidelizar os clientes, através de recargas de celular, pagamento de pedágios e de contras, entre outros serviços que podem aumentar o nível de satisfação da experiência do usuário. 

Vale destacar não ser possível ter operações de crédito nessas contas, como limite de compras, financiamentos e empréstimos. Neste artigo, traremos mais detalhes sobre as possibilidades desses serviços.

Acompanhe!

Conta de pagamento

Antes de entendermos mais sobre o cash out, precisamos falar sobre a conta de pagamento que é uma conta que é administrada por uma Instituição de Pagamento e que não permite operações de crédito.

O que é cash out? 

Em uma tradução literal, cash out significa “saque”, mas, neste contexto, diz respeito a todas as opções que o cliente tem para movimentar a saída dos recursos financeiros que estão em sua conta

O dinheiro pode entrar em uma conta de pagamento  (cash in) de diversas formas, tais como:

  • transferência bancária;
  • boleto de recarga;
  • boleto de cobrança;
  • liquidação de recebíveis;
  • P2M (person-to-merchant) e P2P (peer-to-peer);
  • motor de cashback e conta remunerada.

Após a entrada do dinheiro ocorrem processos como: 

  • remuneração automática de saldo das contas;
  • gestão de tesouraria;
  • conciliação automática;

Na hora de retirar os recursos da conta, que são os cash outs, também é possível oferecer ao titular da conta uma série de opções, como:

  • recarga de celular;
  • recarga de transporte público;
  • tags de pedágio e estacionamento;
  • seguros;
  • investimentos;
  • cartão bandeirado;
  • transferência bancária;
  • pagamento de contas;
  • P2P e P2M.
  • dar abertura para novas de cash out. 

Para o titular da conta, esses serviços são comodidades e, logo, atrativos. Eles colaboram para que ele centralize todas essas atividades em um só lugar, gerando mais receita e maior fidelização para a empresa que oferece a ele a conta de pagamento.

 

Como aproveitar o cash out?

Ter um leque variado de formas de cash out, desenhado pensando especialmente no público que você quer atingir, é uma forma de captar clientes para a sua solução e também de fidelizá-los.

Imagine uma empresa de fretamento, por exemplo. Um dos públicos de interesse para esse tipo de negócio são os caminhoneiros. Para esse nicho, oferecer tags de pedágio e de estacionamento como um dos itens de cash out é um diferencial, já que esse é um produto que eles usam o tempo todo.

Trata-se de um modelo em que todos os participantes são beneficiados. A empresa pode contratar da plataforma apenas os módulos que lhe interessam, mantendo os custos sob controle. 

Trabalhando com dados e reflexões desse tipo, a organização conhece melhor esse público e pode fazer ofertas mais assertivas para ele, o que, por sua vez, traz ganhos de eficiência e ajuda a empresa a atingir suas metas.

Por fim, o titular da conta tem acesso a um serviço que, além de personalizado, muitas vezes têm taxas menores do que as praticadas pelas instituições financeiras tradicionais.

 

Cash out e a Dock

A Dock é uma plataforma de serviços financeiros que oferece soluções bancárias para que as empresas possam se tornar seus próprios “bancos digitais”.

Para isso, simplificamos as atividades bancárias para as empresas por meio de integrações com APIs (Application Programming Interfaces), suporte regulatório e o conhecimento técnico necessário para que elas consigam criar e operar seus próprios bancos e contas digitais.

Isso significa que a empresa não precisa se preocupar com uma série de obrigações — legais, operacionais e de tecnologia — que fazem parte do universo dos bancos, mas não são o core do seu negócio.

Essa conta de pagamento fornece ao cliente uma série de serviços, como recarga de celular, recarga de bilhete de transporte, investimentos, cartão bandeirado, transferência bancária e pagamento de contas, entre outros. Além disso, é um meio de relacionamento privilegiado entre a empresa e os seus públicos de interesse.

 

Como aplicar o BaaS no seu negócio?

Fizemos essa introdução sobre o modelo de negócios de uma plataforma BaaS como a Dock para podermos explicar como o cash out se insere nisso. Para facilitar o entendimento, vamos usar como exemplo como uma grande empresa com o sistema de revendedoras poderia usar o BaaS.

As revendedoras precisam pagar a empresa e, depois, receber dos clientes. Disponibilizando uma conta digital a elas, elas conseguem pagar a empresa pela própria conta e, ao mesmo tempo, oferecer a seus clientes mais possibilidades de pagamento, como o pagamento por boleto ou por cartão, com as maquininhas POS.

Além disso, a conta digital funciona, para a revendedora, como uma conta corrente, com a diferença que não há oferta de empréstimos e financiamentos. Mas é possível fornecer a ela uma série de outros serviços, como os que mencionamos acima. Essas possibilidades são o cash out, ou seja, as maneiras pelas quais o dinheiro pode sair da conta.

Para as revendedoras, esse processo traz uma série de benefícios, como a sua própria bancarização, uma gestão melhor dos recebíveis, uma oferta maior de opções de pagamentos para os seus clientes e um fluxo de caixa maior. Para a empresa, aumenta a recorrência de pedidos e a fidelização das revendedoras.

Em outro caso, de uma fabricante de bebidas, por exemplo, podemos pensar em como isso melhoraria o relacionamento com pequenos bares e restaurantes. Com uma solução de BaaS, ela consegue oferecer uma conta digital PJ para o cliente com custos menores do que o que eles encontrariam no mercado. Os cash outs são os mesmos que já mencionamos.

Para os bares e restaurantes, ajuda na gestão financeira de recebíveis e colabora para aumentar o fluxo de caixa, além de representar uma economia de custos com taxas. Para a empresa, eleva a recorrência de pedidos.

Vale lembrar que a Dock trabalha com o conceito white label, ou seja, somos invisível para o usuário final, que vê a marca da sua empresa. Todo o look & feel é da empresa e, para esse usuário, o relacionamento dele é com o seu negócio, não com a plataforma de BaaS. Isso ajuda a reforçar a sua marca no mercado.

 

Como funciona o serviço BaaS?

O serviço de BaaS funciona em quatro camadas. Na primeira estão os portadores (que são os detentores do cartão da conta) e os estabelecimentos. Na segunda ficam o seu negócio, o aplicativo da sua empresa e o cartão da marca. Na terceira camada estão as APIs e o backend e, na última, as operações, licenças, tesouraria, relatórios e compliance.

Alicerçado no framework de processamento de cartões das diversas bandeiras, desenvolvemos uma plataforma de Banking as a Service completa. Os módulos de cartão pré-pago com a nossa plataforma de conta de pagamento digital são, em conjunto, a interface do usuário com a economia real. 

A camada de API, que é completamente modulável, permite que nossos clientes ofertem produtos e serviços financeiros nossos e de terceiros para seus públicos de interesse. Esses módulos são o que dão a “experiência” de um banco digital. Por fim, o BaaS funciona como plataforma, em todas as perspectivas possíveis: o intercâmbio de cada transação gera receita para o nosso parceiro. A licença com a bandeira do cartão também fica sob nossa responsabilidade, assim como toda e qualquer interação com os órgãos reguladores.

Para resumir, veja as vantagens que o modelo BaaS oferece para as empresas que querem oferecer serviços financeiros e se tornarem seus próprios bancos digitais:

  • abertura de uma nova fonte de receita;
  • maior controle sobre seus públicos de interesse;
  • fortalecimento da imagem perante os públicos de interesse;
  • capacidade de agregar valor para os clientes;
  • possibilidade de oferecer serviços financeiros sem ter que enfrentar a burocracia e montar uma estrutura de TI para isso;
  • leque variado de cash outs;
  • a empresa pode manter o foco no seu negócio e deixar toda a parte operacional, regulatória e tecnológica para a plataforma.

Agora que você já sabe o que é cash out, como pode tirar proveito dele e como esse conceito se encaixa dentro da operação da Dock, que tal vivenciar nossas experiências?

Botão para experiência Dock

Voltar

DeepDock Materiais exclusivos e análises amplas para
quem quer se aprofundar sobre o nosso negócio.
E-books, infográficos, whitepapers, pesquisas e cases.

Acessar gratuitamente

Você está pronto para se tornar um
pioneiro do banking para empresas
no Brasil?

Quero abrir o meu banco