Fintechs

O cenário das Fintechs no Brasil [2020]. Tendências e atividades

Há pouquíssimo tempo, as fintechs eram uma tendência promissora. Atualmente, é um modelo de negócios sólido e altamente lucrativo. A prova disso é apresentada na pesquisa “Fintech Deep Dive”, produzida pela Associação Brasileira de fintechs (ABFintechs) e a PWC. Segundo esse estudo, 12% das empresas brasileiras respondentes disseram ter faturado acima de R$10 milhões em um ano.

E a robustez desse mercado promete avançar pelo futuro. Mas o que esperar para o próximo ano? Qual será o cenário do universo das fintechs no Brasil? Que tendências e atividades podemos esperar? Responderemos nos tópicos seguintes.

As fintechs dominarão o mercado financeiro?

As fintechs demonstram que não haverá recuo no seu intento de conquistar o mercado financeiro. Na verdade, essas empresas reconfiguraram a cultura, os padrões e processos das instituições tradicionais. O que vemos são bancos firmando parcerias com tais empresas para oferecer serviços inovadores e práticos.

Por meio de sistemas tecnológicos baseados em inteligência artificial, big data, business intelligence e APIs, os clientes se acostumaram a terem as suas necessidades supridas e uma experiência única de consumo. Em vista disso, as empresas do mercado financeiro precisam “saciar” os anseios do seu público-alvo e as fintechs brasileiras nasceram prontas para isso.

Quais são as tendências para 2020?

Vejamos que tendências irão se firmar nesse setor.

Cultura fintech

A cultura fintech é um termo que define empresas que se comportam como esse grupo inovador de instituições financeiras. Quando o negócio tem essa prática interna, os processos são ágeis, disruptivos e focados em tecnologia. Sendo assim, a transformação digital se torna o “core” da organização, permitindo a entrega de serviços personalizados para os clientes.

Em vista disso, veremos no próximo ano o aumento no número de bancos oferecendo recursos e funcionalidades em plataformas desenvolvidas por fintechs. Por exemplo, as aplicações online de investimentos.

Plataformas de Serviços Financeiros

Haverá também uma descentralização de ativos, ou seja, serviços bancários sendo disponibilizados por empresas de vários setores. Isso é possível por meio das plataformas Banking as a Service (BaaS). Como é um sistema escalável de cloud based & pay-as-you-use e desenvolvido por APIs, as possibilidades são infinitas.

Entre as funcionalidades que a BaaS ajuda a empresa a oferecer, estão:

  • conta digital;
  • transferências;
  • pagamento de contas;
  • cartão de débito  e crédito pré-pago;
  • emissão de boletos.

Podemos aguardar o ingresso ainda maior de instituições do modelo B2B2C e B2B2B na utilização das plataformas Banking as a Service. Sem dúvida, o futuro indica que as marcas cuidarão dos recursos financeiros dos seus clientes. Nada melhor do que ter o capital do consumidor atrelado aos serviços da organização, concorda?

Inteligência artificial

Notaremos um avanço no campo da inteligência artificial no que se refere à experiência do cliente. Uma tendência são aplicações cognitivas mais sofisticadas que irão além de segmentar dados e campanhas de publicidade.

Eles terão também a capacidade de perceber, entender e planejar estratégias durante a interação com o consumidor. Dessa forma, a customização de serviços será feita em tempo real, sem que o cliente precise procurar por outra empresa concorrente. De acordo com o estudo “The future of digital banking”, feito pela KPMG, até 2030, será possível até antecipar os desejos dos clientes em relação aos serviços financeiros.

Sem dúvida, as tendências apontadas neste artigo mostram que as fintechs no Brasil e no mundo continuarão a revolucionar os serviços bancários. Isso é ótimo, pois significa respeito pelos consumidores e o aumento do índice de satisfação.

Voltar

DeepDock Materiais exclusivos e análises amplas para
quem quer se aprofundar sobre o nosso negócio.
E-books, infográficos, whitepapers, pesquisas e cases.

Acessar gratuitamente

Você está pronto para se tornar um
pioneiro do banking para empresas
no Brasil?

Quero abrir o meu banco