A gente explica: cartão bandeirado white label

Publicado em 19 de dezembro de 2019.

Tempo de leitura 5 minutos de leitura

Muitas organizações já entendem que disponibilizar um cartão bandeirado para os clientes é uma estratégia com potencial de fidelizar a base de consumidores, aumentar a exposição da marca, permitir a personalização de produtos e entender o comportamento do público-alvo.

Mas o que é um cartão bandeirado? Quais são as vantagens dele? Como escolher o melhor para a sua empresa? Neste artigo, responderemos esses questionamentos.

 

O que é um cartão bandeirado?

Você provavelmente tem um cartão bandeirado na sua bolsa ou carteira que você usa para realizar compras e fazer transações financeiras no seu cotidiano como empresa ou pessoa física. 

Tecnicamente o cartão bandeirado é uma ferramenta comercial que envolve a parceria de uma empresa (pode ser um banco, uma rede de lojas de varejo ou até uma indústria) com uma bandeira de cartão (Visa, Mastercard, Elo, etc.) disponibilizando ao portador crédito para poder realizar transações em qualquer estabelecimento credenciado à bandeira do cartão.

Na perspectiva da empresa que deseja se tornar uma emissora dos próprios cartões, um cartão bandeirado é capaz de criar um universo de possibilidades e estratégias incidentes sobre a performance de marketing, vendas e geração de receita. 

Importante ressaltar que a escolha da empresa que vai oferecer este recurso ao seu negócio, deve ser feita com base em uma série de variáveis, como veremos logo mais. A primeira delas é definir a natureza comercial do cartão: Você precisa de um cartão bandeirado white label ou um private label?

 

Qual a diferença entre o cartão bandeirado white label e o private label?

O cartão private label (cartão marca-própria ou cartão da loja) oferece uma linha de crédito que só pode ser utilizada na rede do estabelecimento que o emitiu. É comum encontrá-los em supermercados, farmácias e lojas de departamento. Quando os clientes usam o cartão, a empresa consegue dados restritos ao comportamento de consumo deles dentro da loja. Esses dados são utilizados para oferecer oportunidades de compra, baseados neste comportamento.

Um cartão bandeirado white label, oferece uma experiência similar, porém com mais abrangência, já que é emitido com a marca do empresa junto com uma bandeira. É essa parceria que habilita operações de crédito e muitas outras operações financeiras em diversos estabelecimentos fora do ecossistema da empresa emissora um atrativo que pode incluir não apenas clientes mas todos os stakeholders da empresa. 

 

O que levar em consideração na hora de escolher um cartão bandeirado para a sua empresa?

Porte de operação

Qual é ao tamanho da sua base de clientes? Quantos cartões você pretende emitir? Essa resposta irá definir quem será o seu fornecedor de cartões. Existem empresas especializadas em operações corporativas que suportam milhares, ou até milhões, de cartões.  Outros se especializam no atendimento de pequenas e médias empresas em segmentos específicos ou simplesmente de menor porte.

Cartão white label + Conta digital

Um cartão white label bandeirado também pode estar acompanhado de uma conta digital. A dinâmica entre essas duas frentes é um fator decisivo na hora de escolher quem será sua empresa fornecedora. Nesse sentido é preciso considerar quais os produtos de operação financeira estarão disponíveis e que tipo de experiência os usuários do cartão/conta irão receber. Talvez, além de realizar compras e pagamentos, você quer que o seus clientes tenham acesso a outros serviços financeiros como transferências, Pix, depósitos, TEDs, Investimentos e benefícios. A empresa responsável pela emissão de cartões pode oferecer estes recursos? Se sim, quais os limites e recursos das contas digitais? Quais dispositivos podem ser usados para acessar essas contas? 

Qualidade de captação e análise de dados

A empresa que vai lhe oferecer o cartão precisa garantir que você dados autorizados sobre os hábitos de consumo das pessoas que vão utilizar o seu cartão. Como esses dados serão interpretados? Quais os recursos e ferramentas garantirão que você obtenha a amplitude e precisão de informações que serão utilizadas para definir estratégias ações comerciais base em números seguros e claros?  

Transparência

Você precisa ter acesso livre a TODOS os dados de transações que ocorrerão entre você, seus clientes e a empresa que vai emitir o cartão co-branded com a sua marca. Cada cobrança, recebimento, taxas, eventuais multas ou estornos, enfim tudo. Sem uma política de transparência objetiva não existe condição de negócio. 

Segurança da Informação

Qual é a política de segurança para os dados e transações que serão realizadas com um cartão que vai portar a marca da sua empresa? A medida que as empresas e  instituições ocupam espaços digitais com habilitação para oferecer e operar serviços financeiros, as ameaças digitais se multiplicam. Portanto atente-se para contratar alguém com uma estrutura de segurança capaz de manter o seu ecossistema de transações preparado e protegido contra tentativas de fraudes.

Dê o próximo passo

Esse conteúdo foi desenvolvido para você que está considerando operações com cartões private ou white label como uma solução para sua empresa. Reunimos aqui cinco parâmetros críticos que precisam de avaliação cuidadosa para tomada de qualquer decisão. Existem muitos outros como: nível de personalização, suporte para experiência de usuário, custos, estrutura e suporte digital, etc. 

Acompanhe nosso blog para saber mais!

Aviso de cookies

Para melhorar a sua experiência em nossas páginas e garantir uma sessão segura, avisamos que o uso de cookies está ativo. Ao navegar em nosso site, você permite automaticamente o recolhimento de estatísticas para o envio de alertas e serviços relacionados ao seu interesse. Para obter mais informações sobre cookies, acesse nossa Política de Cookies.