White Label

A gente explica: White Label X Co-branded

Atualmente, o mercado financeiro “fervilha” de inovações disruptivas. Todo esse movimento progressivo, impulsiona o setor para as primeiras posições entre as áreas que mais recebem soluções tecnológicas. Além disso, são tantas novidades em termos e definições que muitos os confundem e não conseguem entender bem a finalidade de cada um deles. Dois exemplos são os conceitos de White Label e Co-branded.

Neste artigo, esclarecemos o significado desses dois conceitos e a sua importância para o setor financeiro. Acompanhe os próximos tópicos.

O que é Co-branded?

O conceito Co-branded ou Co-branding refere-se a uma parceria ou ação conjunta entre empresas que desejam promover um produto ou serviço. Essa estratégia envolve também a combinação de dois produtos ou serviços de marcas diferentes em um mesmo “pacote”.

Parece um termo novo, mas não é. Na verdade, o co-branded foi criado por Henry Ford (fundador da corporação Ford) e utilizado com sucesso por muitas organizações. Como é o caso do McDonald´s que une os seus brinquedos temáticos a filmes da indústria cinematográfica.

Porém, o mercado financeiro é uma das áreas que mais obtém lucros com o Co-branded por meio da emissão de cartões de crédito. Esse modelo de negócio envolve a terceirização da emissão de cartões (crédito ou débito) de uma organização para outra – normalmente um banco ou administradora especializada.

Por exemplo, hoje existem companhias aéreas que possuem cartões com as bandeiras Mastercard ou Visa. Embora leve o nome da companhia, os cartões são emitidos por um grande banco em parceira com as empresas MasterCard, Elo ou Visa, por exemplo.

Qual é o significado White Label?

O conceito White Label é um modelo de negócios que envolve a revenda de um produto ou serviço de uma empresa para outras organizações. No entanto, a empresa revendedora não divulga a marca desenvolvedora como se o produto ou serviço fosse uma criação autoral.

Essa é uma estratégia inteligente utilizada por marcas que não querem arcar com os custos que envolvem a construção de um produto inovador e o processo para patenteá-lo. Além de posicioná-lo no mercado, precificá-lo e investir na manutenção da sua infraestrutura. Esse último benefício é extremamente importante para serviços que precisam da tecnologia.

Um exemplo são as plataformas White Label. Com essa aplicação, a empresa contrata uma organização para ser uma parceira tecnológica que desenvolve a estrutura do software. O objetivo é entregar um sistema completo, funcional e customizado de acordo com a marca da organização. Então, a empresa contratante se preocupa apenas com o crescimento do negócio.

Podemos citar a plataforma WordPress como uma referência em White Label, pois confere aos usuários todos os recursos necessários para a criação de sites e blogs. Outro exemplo é, a já citada, plataforma Banking as a Service (BaaS) da Dock, que permite a desenvolvimento de aplicativos, com o logo da empresa, para gerir serviços financeiros.

Dessa forma, a organização torna-se uma instituição de pagamento que disponibiliza para os clientes:

  • cartões de crédito;
  • conta de pagamento;
  • transferências financeiras;
  • investimentos;
  • pagamento de contas;
  • recarga de celular.

Muitas empresas de todos os portes, já contam com a plataforma White Label da Dock para criar uma instituição de pagamento totalmente personalizada para garantir a melhor experiência para os seus stakeholders.

Dentre as vantagens que percebem, está o aumento da sua base de clientes e a melhoria do relacionamento deles com a marca. Sem dúvida, a Dock é uma parceira estratégica para aumentar a percepção de valor pelos clientes, oferecendo um serviço criado para suprir suas expectativas. Com isso, é inegável a otimização de lucros que o negócio pode obter.

Voltar

DeepDock Materiais exclusivos e análises amplas para
quem quer se aprofundar sobre o nosso negócio.
E-books, infográficos, whitepapers, pesquisas e cases.

Acessar gratuitamente

Você está pronto para se tornar um
pioneiro do banking para empresas
no Brasil?

Quero abrir o meu banco